Complexo B

Desde que cheguei aqui, o que realmente me impressionou foi a quantidade de mosquitos. Malária e Febre Amarela são doenças comuns mesmo na capital, Luanda. Devido aos 30 anos de guerra, uma enorme favela de refugiados surgiu nos contornos da cidade. Para dizer a verdade, parece até que a cidade em si, como conhecemos nós uma cidade, com asfalto, casas de alvenaria e prédios, é um pequeno cisto em meio a uma favela gigante. Um dia ainda confirmo isto olhando de cima ou via Google Earth…Imaginem como é propício para a disseminação de doenças, e do mosquito em particular, em ambiente tão insalubre.
Antes de partir, me deram uma dica fenomenal. Vitamina B espanta os mosquitos daqui. Comecei a tomar complexo B uns dias antes de partir e desde que cheguei NENHUM mosquito me picou. Os italianos ficam loucos, porque os mosquitos lhes atacam com ferocidade ímpar, sangue novo no pedaço! Eu contei a todos o truque da vitamina B, mas me olharam com desdém, achando que era papo pra boi dormir.
Um deles, porém, o “angolano”, de quem contei a estória do assalto uns dias atrás, resolveu tentar. Combinamos, que no caminho para o trabalho pararíamos na “farmácia popular”, e compraríamos o complexo B. De manhã, pegamos o carro, e uns funcionários do hotel pediram carona até a cidade, subimos todos no carro, eu, o italiano e 3 locais. Paramos na farmácia popular e o italiano, não querendo sair do carro, pediu a um dos angolanos que entrasse na farmácia e comprasse o complexo B para ele. Devo dizer que aquilo me incomodou, me pareceu uma forçada de barra.. O carinha volta, diz que custa 350 Kwanzas e o gringo lhe dá 700 e pede 2. Volta ele com duas cartelinhas mixas de Complexo B, e toca para o trabalho. Aquilo me pareceu caro demais, quase 10 dólares… Mas tudo bem…
De tarde, fui ao supermecado e na volta fui comprar cartão telefônico a pedido do pessoal do trabalho. Aqui, há umas lojinhas pela rua, com plaquinhas dizendo “vendo cartão”. Mas são construções em barro, em madeira, dá até medo entrar! Meu motorista saiu para comprar os cartões, e eu, a diferença do italiano, o acompanhei. A lojinha era uma pequena farmácia, com uma senhora vestida de branco no balcão, mas por fora não dava para ter idéia do que diabos fosse!. Compramos os cartões, e por curiosidade perguntei se tinha complexo B. Me deu uma cartela, exatamente igual a que tínhamos comprado pela manhã. Perguntei o preço : 30 kwanzas! Comprei duas cartelas, levei para o gringo que só faltou arrancar os bigodes de raiva! O italiano mais “angolano” do grupo tinha acabado de reconhecer que fora embrulhado pelo carinha… E acho que a raiva foi tanta também porque deve ter se dado conta que, nestes anos todos de Angola, deve ter sido enrolado centenas de vezes! Mas pelo menos, se tomar o complexo B de 10 dólares, afasta os mosquitos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache