Jantar de natal

Todo dia, quando janto, eu janto no Residence. Não que haja escolha, ali por perto não tem nada de confiável. O preço é salgado para os padrões do Rio de Janeiro, a refeição sai US$10, mas é uma pechincha para Luanda. E não chega nem aos pés do bom esquimó. Pouca comida, já sei porque este povo é magrinho…
Na noite do dia 24, nos ofereceram um jantar especial. Montaram uma mesa ao aberto, enfeitaram tudo com luzinhas, e fizeram uma mesa de doces, com bolo de banana, uvas passas, nozes, etc… Tudo muito bonitinho, feito com boa vontade… E a janta foi Bacalhau com Grão de Bico. Devo confessar que comi o bacalhau por educação, porque nunca tinha comido um bacalhau tão chinfrim… Era engraçada esta mesa, com os 4 italianos, eu e dois mineiros do Brasil, um português do tempo de Angola colônia, e 2 angolanos que trabalhavam pro “gajo”. Todos comendo, quietinhos, com cara de quem fingia gostar do prato, para não ofender o povo do Residence… Vocês devem entender que aqui, não há muita escolha. Eu chamo o lugar de Residence, de hotel, mas é na verdade uma casa adaptada a receber hóspedes, com um serviço praticamente inexistente, bem simplesinho mesmo! Não tinha nem condições de reclamar!
Acabamos de comer, o pessoal do hotel foi pro seu canto, e aí começou uma guerra pela sobremesa, que efetivamente estava boa! Foi uma loucura… Pratos comr estos de bacalhau e grão de bico por toda parte, para limpar na manhã seguinte… Mas nem um farelo de bolo de banana, uva passa, etc…
Que ceia! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache