Não é o fim do mundo…

O Fluminense perdeu a Libertadores no Maracanã lotado, na disputa por penaltys. Foi muito doído para todos os tricolores, vivos e mortos. Mas agora é hora de colar os cacos e renascer no brasileiro. Será certamente mais difícil do que se espera, haverá ainda muitos tropeços, mas é a única maneira de levantar a cabeça.

Hoje é um dia triste, um dia para refletir e aprender.

Força Flu!

Não é o fim do mundo…

O Fluminense perdeu a Libertadores no Maracanã lotado, na disputa por penaltys. Foi muito doído para todos os tricolores, vivos e mortos. Mas agora é hora de colar os cacos e renascer no brasileiro. Será certamente mais difícil do que se espera, haverá ainda muitos tropeços, mas é a única maneira de levantar a cabeça.

Hoje é um dia triste, um dia para refletir e aprender.

Força Flu!

A grande final é amanhã

O Flu joga amanhã no Maracanã a final mais importante da sua história. Estando longe de casa o nervosismo é ainda maior. No fuso horário daqui o jogo começará às 2:50 da manhã de quinta feira. A Globo Internacional não passará. Nenhum dos canais de televisão daqui passará o jogo.
Me resta me conectar na Internet e acessar algum site que faça a transmissão meio gambiarra online, ou me conectar no Skype ou no IChat e torcer para a que, com um computador apontado para aTV, a ligação não caia muito. A Carolina está preparada no México a colocar o micro na frente da Fox Sports, para fazer a transmissão.

E eu já estou no clima total do jogo, torcendo muito para o Flu arrasar com a LDU no Maraca.

Força Flu!!

Você confiaria seu cartão a esse caixa automático?

Todo mundo já foi ao caixa eletrônico do banco e achou o danado com alguma tela congelada ou com os botões sem função…

Mas assim foi a primeira vez, e o pior é que apareceu depois do cartão estar lá dentro!

wpid-img-02512-2008-06-28-00-35.jpg​

Olha a mensagem ampliada.Não precisa nem traduzir, quem tem Windows XP em casa conhece muito bem esse balão!

Viagem a Sousse – Com fotos

Estivemos algumas semanas atrás em Sousse, uma cidade no litoral da Tunísia. Da capital Túnis, onde moro, é preciso de umas 2 horas de carro para chegar lá. Nós fomos para um hotel com piscina e praia particular, muito simpático, Muradi Palace. Nesse período o hotel fica é invadida por grupos de turistas principalmente da Rússia e do leste europeu.

Seguem algumas fotos da praia e da piscina. Não é o Recreio dos Bandeirantes mas dá pro gasto… 🙂

wpid-img-01262-2008-06-13-00-341.jpg

wpid-img-01272-2008-06-13-00-34.jpg

wpid-img-01282-2008-06-13-00-34.jpg

wpid-img-01511-2008-06-13-00-34.jpg

wpid-img-0161-2008-06-13-00-341.jpg

wpid-img-0165-2008-06-13-00-341.jpg



Flusão na Final

Amarguei para conseguir ver a vitória do Flu sobre o Boca. Consegui pela justin.tv, ironicamente no canal do Boca! E valeu a pena acordar às 3:00 da matina!

Que venha a LDU!

Almoço em La Goulette

Ontem foi um dia meio fora da rotina. Como não tínhamos muito trabalho, eu e um colega resolvemos ir almoçar numa área turística chamada La Goulette. É realmente uma zona bonita, perto do porto, com uma praia pequenina, um calçadão, restaurantes, hotéis e turistas.

Eu já tinha ouvido falar que por ali havia alguns bons restaurantes de frutos do mar, e estava doido para provar, eu só não sabia qual. Meu colega leu o nome de um e disse: Esse aí é bom, já ouvi falr maravilhas dele.

Uma grande decepção. O lugar tinha uma decoração escura, que nada condizia com a praia na frente. Na tentativa de ser luxuoso, ficou kitsch, com umas estranhas estátuas de negros tocando instrumentos de jazz e máscaras africanas penduradas nas paredes vermelhas. Não havia uma só mesa ocupada. A TV ligada em um canal de músicas polonês dava um toque ” Além da Imaginação” ao restaurante. Estávamos para entrar em uma outra dimensão.

Eu logo não gostei do restaurante. De perto se podia ver a sujeira, as manchas nos estofados e nas toalhas de mesa, a poeira acumulada nas mesas… Meu colega parecia não notar. Ponderei que podíamos procurar outro lugar para comer, mas ele preferiu ficar por ali mesmo.

Acabamos por pedir um mixto de frutos do mar. Demorou mais ou menos meia hora, e quando chegou, mais uma decepção. O prato, bem servido para dois, trazia os frutos do mar pingando óleo… Quando dei a primeira mordida no camarão, fiquei mal… Não tinha gosto de camarão, só de alho. O mesmo a manjubinha, o mesmo a lula, o mesmo tudo. Chamei o garçom e perguntei se era normal esse gosto todo de alho e ele disse que na receita não levava alho. Ou seja, aquela bosta toda tinha sido fritada em algum óleo reaproveitado, com gosto de alho… Eu gosto de alho mas e embrulhou tanto o estômago que larguei o almoço lá…

Enquanto o outro comia o meu prato e o dele, fiquei observando o movimento fora do lugar. Passavam alguns turistas, poucos ainda. Um ou outro parava na porta, olhava o menu, e depois de um pouco de indecisão, acabava por ir embora. Foram mais sábios do que eu… Foi aí que me toquei de perguntar ao cara quem é que tinha dito que aquele morre-aqui cái-ali era bom…

– Ah, sim… Foi o motorista…

Da próxima vez, o restaurante escolho eu…

Fundamentalistas Mórmons

Hoje acabei esbarrando em um documentário sobre os mórmons fundamentalistas. Dá medo ver como esses doidos se proliferam nos EUA. Controlam cidades e corporações e os governos fazem vista grossa para as práticas ilegais recorrentes nestas comunidades, como a poligamia.

Quem tiver tempo e interesse, faça uma visita. O documentário é em Inglês.

Fluzão segue na libertadores

Em um jogo de arrepiar o Flu ganhou de 3 a 1 o São Paulo e continua na Libertadores! Força Flusão!

Fluzão segue na libertadores

Em um jogo de arrepiar o Flu ganhou de 3 a 1 o São Paulo e continua na Libertadores! Força Flusão!

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache