Horário de Verão

Ontem uma chuva tão fina que nem molhou o chão soluçou por aqui, e se não sentasse perto da janela nem percebia. Era mais de mês que eu não via chover aqui. As tardes quentes amornecem no ar condicionado e os dias não passam, derrentem lentamente, deixando quando acabam um gosto de inacabado. Na Tunísia o horário de verão seria a delícia dos cariocas… O horário de verão aqui é coisa séria, não é uma horinha para aproveitar a nesga de sol do fim de tarde, até mesmo porque há sol até depois das 20:00. Horário de verão aqui significa que se trabalha apenas de 8:00 às 14:00, sem hora de almoço. Depois disso cada um vai para sua casa, e ao contrário do que se pode pensar na terrinha o povo vai para casa mesmo, e fica lá dentro curtindo a leseira do depois do almoço… As ruas ficam semi-desertas e a cidade parece fantasma.
O povo de casa deve estar pensando, equivocadamente, que para mim isso é sinônimo de vida mansa. Não é. Eu, como não sou tunisiano, e meu contrato prevê oito horas de labuta por dia, fico lá o dia inteirinho, muitas vezes ralando como um louco. Os fornecedores fecham, os locais vão para casa, e o escritório fica um mortório. Qualquer problema só pode ser resolvido no dia seguinte, e quando há realmente um problema, é um verdadeiro inferno.
Ontem aqui foi comemorado o dia da mulher tunisiana. Feriado, ninguém trabalha. A exceção claro de nós estrangeiros. Nossa empresa, italiana, segue os feriados da pátria mãe… Mas amanhã é feriado na Itália e todo mundo lá na empresa trabalha (só que ganha hora-extra). Que saudade da terra do carnaval e do Zumbi…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache