A evolução da Web, e o impressionante eyeOS

Nós fomos acostumados a ver a Internet como uma rede onde interagíamos com o mundo através de programas, como o navegador (IE, Opera, Firefox), o cliente de e-mail (outlook, eudora, thunderbird) e de servidores de mensagem instantãnea (ICQ, MSN Messenger).
Com a popularização da WWW, para a maior parte dos usuários a WEB e a Internet são sinônimos. Por muitos anos nos acostumamos também a gradativamente abandonar nossos programas de correio eletrônico e caímos nos braços do webmail, principalmente depois do advento do gmail, com sua interface fácil de usar, intuitiva e com muita capacidade de armazenamento.
Pois é exatamente o webmail o primeiro grande exemplo de transposição de um aplicativo que roda no seu sistema operacional (Windos, Linux, MacOs), para dentro do navegador, que ficou popular. Mas qualquer usuário que precisa de funcionalidade avançadas pode atestar que só recentemente os WebMails estão se aproximando dos seus “pais” Desktop.
A maior limitação era exatamente o arcabouço da Web, que gira entorno do protocolo HTML, pouco flexível, e sem os recursos necessários para desenvolvimento de aplicativos “de verdade”. Isto vem mudando com o tempo, e parece que está cada vez mais próximo o novo momento da Web. A web 2.0 está batendo em nossa porta, prestes a invadir nossas vidas.
Boa parte do desenvolvimento para Web nestes dias está indo em direção à tecnologia Ajax, que nada mais é que JavaScript e XML trabalhando de braços dados. Esta tecnologia traz a agilidade necessária aos navegadores para executar “aplcativos” cada vez mais próximos aos aplicativos que vemos em nossos sistemas operacionais. Os melhores exemplos do uso do Ajax são exatamente os softwares online do Google, como o Google Spreadsheet e o próprio gmail.
Mas que tal ter um “sistema operacional” portátil, que rode dentro de um browser, acessível através da Internet? Onde eu, com um login e uma senha possa rodar meu programa de RSS, um jogo como o frozenbubble, um software de post-it, um de chat, ICQ, tudo configurado, com ícones e rodando em janelas, juntos? Pois é exatamente isso o que se propõe o eyeOS.Visitem o site do eyeOs, e vejam o demo. Eu me inscrevi e fiquei muito impressionado. Tem até navegador rodando dentro do navegador! E o melhor de tudo, é um software Open Source, ou seja, eu posso ter meu servidor eyeOs de graça, disponibilizando as aplicações que eu quero e para quem eu quero.

Vale a pena conhecer e usar, bem vindo ao futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache