Baderna geral

Os moradores do Rio de Janeiro já se acostumaram aos desafios que a cidade lhes impõe. Não me refiro à violência, a cada dia mais endêmica, mas aos vários outros motivos de aporrinhação pelos quis passamos.
O centro da cidade, é um verdadeiro caos, com camelôs disputando ponto a tapas e flanelinhas loteando calçadas. Nada contra o camelô, na maioria das vezes apenas um trabalhador sendo bucha de contrabandista,mas tudo contra a sonegação de impostos e o contrabando.
Quem me irrita de verdade é o flanelinha, que rouba o espaço do pedestre (afinal sinônimo de calçada é passelo, não vaga), extorque o motorista (ou paga, ou arranha, amassa, rouba), sonega imposto e paga propina aos guardinhas.
Nas ruas da Quitanda e Buenos Aires o loteamento salta aos olhos, com os mesmos carros, nas mesmas vagas, todos os dias, por todo o dia, obstruindo a calçada e nunca multados.
VERGONHA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache