A moeda e o grilo….

Desde hoje a noite, comecei a ouvir um barulho estranho no escritório da mansão. Não que eu more em uma mansão, e que em casa tenha escritório… Não, nada disso… me refiro ao quartinho da bagunça deste dois quartos aqui, o “escritório da mansão”. Já passou da meia-noite, estou com insônia como sempre, aliás…, e, enquanto lia um bom livrinho, comecei a ouvir um gemidinho estranho…

Me lembrava quando a agulha das vitrolas antigas arranhavam o disco, só que mais grave, mais rouco. Um ” grilo”, um barulhinho irritante, daqueles que quando dá no seu carro, você apavora, porque não tem nem mesmo a mais pálida idéia do que diabos é! Parei de respirar, prendi o fôlego, e passei a tentar decifrar a charada… Que barulho era? De onde cacete estava vindo? Do vizinho?

O barulho continuava, e eu estava me irritando, quando descobri de onde vinha o bendito… Vinha do PC. Deste mesmo PC que agora uso para escrever (não, hoje nada de Mac Mini!)…

Comecei a pensar de onde poderia vir o barulho… Me parecia estranho, mas podia ser HD, ventoinha ou o DVD… Fiquei intrigado, e depois de um tempo descobri e resolvi… idiotice… Não me pergunte o porque, mas usei umas moedas para calçar o micro hoje de manhã… E a vibração do PC fazia as moedinhas vibrarem, e … ” gemerem”. Foi só retirar o calço e tudo voltou a ser como antes no quartel de abrantes!

Caramba, uma babaquice… Só que eu já tinha pensado que ia morrer em um dindin… Ou em HD, ou em Ventoinha ou em DVD…

Anda bem que me segurei e analisei direitinho o problema antes de ” abrir” a máquina para achar o pepino!

Ainda bem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache