É possível evitar a soja?

Recebi isso por e-mail. Ainda nem li mas me pareceu legal testar o envio de posts por e-mail!:)

É difícil. Voĉê pode parar de ingerir produtos óbvios como tofu e leite
de soja, mas ela também pode ser encontrada em cereais matinais,
sorvete, hambúrgueres, lasanha e toda sorte de coisinhas assadas como
bolos, biscoitos, tortillas, pão. Leia os rótulos cuidadosamente e coma
comidas orgânicas sempre que for possível.

Não é à toa que os antigos chineses não se alimentavam do grão de soja.
Hoje a ciência sabe que ela contém uma série de substâncias que podem
ser prejudiciais à saúde, e que recebem o nome de /antinutrientes/.

Um destes antinutrientes é um inibidor da enzima /tripsina/, produzida
pelo pâncreas e necessária à boa digestão de proteínas. Os inibidores da
tripsina não são neutralizados pelo cozimento. Com a redução da digestão
das proteínas, o caminho fica aberto para uma série de deficiências na
captação de aminoácidos pelo organismo. Animais de laboratório
desenvolvem aumento no tamanho do pâncreas e até câncer nessa glândula, quando em dietas ricas submetidos a inibidores da enzima /tripsina/.

O efeito inibitório da absorção de aminoácidos pode comprometer a
fabricação de inúmeras substâncias formadas a partir dos mesmos, entre
os quais, os neurotransmissores. A enxaqueca, a cefaléia em salvas, a
cefaléia do tipo tensional, e outras dores de cabeça, além de depressão,
ansiedade, pânico e fibromialgia, são causadas por um desequilíbrio dos
neurotransmissores. Qualquer fator que prejudique a sua fabricação, pode aumentar ou perpetuar esse desequilíbrio.

A soja contém também uma substância chamada /hemaglutinina/, que pode aumentar a viscosidade do sangue e facilitar a sua coagulação.
Portadores de enxaqueca já sofrem de um aumento na tendência de
coagulação do sangue e uma propensão maior a acidentes vasculares. A
pior coisa para esses indivíduos é ingerir substâncias que agravam essa
tendência.

Tanto a tripsina, quanto a hemaglutinina e os fitatos, que mencionaremos
a seguir, são neutralizados totalmente pelo processo de fermentação
natural da soja na fabricação de /shoyu/ e /missô/, e /parcialmente/
durante a fabricação de /tofu/.

Os fitatos, ou ácido fítico, são substâncias presentes não apenas na
soja, mas em /todas as sementes/, e que bloqueiam a absorção de uma
série de substâncias essenciais ao organismo, como o cálcio
(osteoporose), ferro (anemia), magnésio (*dor crônica*) e zinco
(inteligência).

A soja contém mais fitato que qualquer outro grão ou cereal.

Para os demais cereais e grãos (arroz integral, feijão, trigo, cevada,
aveia, centeio etc), é possível reduzir bastante e neutralizar em grande parte o conteúdo de fitatos, através de cuidados simples, como deixá-los de molho por várias horas e, em seguida, submeter a um cozimento lento e prolongado.

Já os fitatos da soja não são reduzidos por essas técnicas simples, requerendo para isso um processo bem longo (muitos meses, no mínimo) de fermentação. O tofu, que passa por um processo de precipitação, não tem os seus fitatos totalmente neutralizados.

O resultado?

Deficiências nutricionais que podem levar a doenças como dores crônicas, como dor de cabeça e fibromialgia. O zinco e o magnésio são necessários para o bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso. O zinco, em particular, está envolvido na produção de colágeno, na fabricação de proteínas e no controle dos níveis de açúcar no sangue, além de ser um componente de várias enzimas e ser essencial para o nosso sistema de
defesas. Os fitatos da soja prejudicam a absorção do zinco mais do que qualquer outra substância.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Camelo Manco is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache